Cobertura

Uberlândia capacitará professores de Educação Física no curso do Movimento Paralímpico

Termo de cooperação prevê a formação de mais de 200 professores da rede municipal de Educação

Na última sexta-feira, 29, a cidade de Uberlândia, em Minas Gerais, deu mais um passo na construção de uma sociedade inclusiva por meio do esporte. A prefeitura assinou um acordo de cooperação com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para capacitar professores da rede municipal no curso “Movimento Paralímpico: Fundamentos Básicos do Esporte”.

A expectativa do município mais populoso do Triângulo Mineiro e segundo mais populoso do estado é formar mais de 200 professores no curso. “Ficamos felizes em abrir novamente as nossas portas para o Movimento Paralímpico”, disse o prefeito Odelmo Leão.

Alberto Martins, diretor-técnico do CPB, também esteve presente no evento, e reforçou o compromisso de Uberlândia com o esporte para pessoas com deficiência. “Em 2018, a cidade foi tricampeã brasileira no halterofilismo (CDDU), campeã brasileira no atletismo (Minas Olímpica Uberlândia) e vice-campeã brasileira na natação (Praia Clube). Ou seja, Uberlândia esteve no pódio das três principais modalidades paralímpicas do país”, conta Alberto.

O curso “Movimento Paralímpico: Fundamentos Básicos do Esporte” foi lançado no final de fevereiro em parceria do CPB com o Impulsiona. A meta é capacitar 100 mil professores até 2025. O conteúdo é gratuito e, além de explicar as regras e história dos principais esportes, também traz dicas de como ensiná-los de forma adaptada na escola.

Para acessar o curso, clique aqui.

Caso deseje levar este ou outros cursos do Impulsiona para o seu município, fale conosco pelo contato@impulsiona.org.br

Conheça os cursos gratuitos do Impulsiona

Deixe seu comentário

1 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Avatar ANDRÉA FONSECA GONZALES disse:

    Parabéns!!! Este é mais um sinal de desenvolvimento positivo em conjunto. Entendo a Paraolimpíada como ponto de apoio total para o desenvolvimento completo do ser humano participante. As atividades contidas de adaptações imediatas permitem a integração e a autoconfiança como ponto de apoio positivo para o total desenvolvimento corporal e de auto estima.