Histórias Inspiradoras

De caramujo a intestino de porco: seus alunos teriam coragem de provar esses 5 pratos das Olimpíadas de Paris?

Gastronomia francesa vai ser uma das atrações de Paris 2024. Conheça alguns pratos e pergunte aos seus alunos se eles teriam coragem de experimentar!

Antes de ler a matéria, um aviso importante: os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris 2024 estão chegando! Preparamos um site com mais de 50 conteúdos gratuitos para as suas aulas. Acesse: https://impulsiona.org.br/paris2024/

Croissant, suflê, petit gateau… essas e outras iguarias francesas já conquistaram o paladar de muitos brasileiros. Mas será que todas as comidas feitas por lá fariam sucesso por aqui?

Fizemos uma lista com 5 pratos que vão dar o que falar nos Jogos Paris 2024. Veja quais você conhece e pergunte para os seus alunos se eles teriam coragem de provar! Essa é uma forma divertida de “ligar o forno” e aquecer as Olimpíadas na sua escola. 

1) Escargot

O escargot é um caramujo preparado normalmente na manteiga temperada com alho e salsa.

Para garantir o sabor e higiene, os escargots são colocados em jejum para limparem o estômago e se livrarem de toxinas antes de serem abatidos.

O prato pode agradar os fãs de Whey Protein: são cerca de 15g de proteína a cada 100g de carne. 

E para terminar, tem o jeito especial de comer. Você segura a concha com uma pinça especial, e puxa a carne do escargot de dentro com um garfo pequeno.

2) Pata de sapo

Comum em algumas regiões do Brasil, a carne de sapo é uma iguaria na França desde o século XVIII.

Muita gente diz que tem sabor de frango. Na França, são mais de 3000 toneladas de pata de sapo por ano. Esse consumo é tão grande que gerou protestos de entidades de proteção dos animais, que temem pela extinção de algumas espécies de sapo. 

A procura pelas patas de sapo também pesa no bolso dos consumidores: o kilo sai em média R$100,00. 

Normalmente, as patas de sapo são comidas fritas, com sal e pimenta. 

3) Foie Gras (pronuncia-se fuá grá)

Muito presente em restaurantes de luxo brasileiros, o foie gras é o fígado de aves aquáticas, como gansos, patos e marrecos, muito popular no formato de patê.

Mas esse alimento desperta polêmicas no mundo todo. Isso porque não se trata de um fígado normal, mas sim com uma doença chamada esteatose hepática. Os produtores adoecem as aves intencionalmente para produzir foie gras, forçando-as a ingerir quantidades enormes de alimentos. 

Essa prática é tão controversa que a comida é proibida em vários países, como Reino Unido, Alemanha, Itália e Turquia. 79% do foie gras do mundo é produzido na França. 

4) Ouriço-do-mar

Existe uma iguaria por trás dos espinhos do ouriço-do-mar! Na França, esse animal exótico muitas vezes é apreciado cru.

O prato faz tanto sucesso que, em março, é celebrado o Festival do Ouriço-do-mar na cidade de Sète, quando mais de 20 mil unidades são consumidas. 

E o sabor? O relato é que os ouriços-do-mar têm gosto de…. mar! Que surpresa!

 

5) Intestino de porco

Com o nome chique de Andouillette, esse prato é uma espécie de salsicha de intestino de porco.

Reza a lenda que o cheiro é tão forte, que se você pedir em um restaurante francês, todo mundo vai saber. Caso você queira cozinhar em casa, sem problemas: algumas lojas vendem a iguaria pré-cozida.

A forma mais tradicional de comer esse prato é com um molho de mostarda. Para amenizar um pouco a surpresa gastronômica, o acompanhamento mais comum é a batata frita. Ufa!

E aí, professores! Qual desses pratos vocês têm vontade (ou coragem) de experimentar? Comente!

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação