Histórias Inspiradoras

Projeto une ginástica, dança e música em escola municipal de Canoas

Professora de Educação Física promove experiência única de inclusão e criação coletiva com alunos do 9º ano

Antes de ler a matéria, um aviso importante: os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris 2024 estão chegando! Preparamos um site com mais de 50 conteúdos gratuitos para as suas aulas. Acesse: https://impulsiona.org.br/paris2024/

Uma dose de ginástica, um pouco de dança, uma pitada de música e voilá: nasce um projeto incrível na EMEF Erna Wurth, em Canoas (RS). Criado pela professora Andressa Marques, o “Gymnastrada” incentivou a inclusão, o trabalho em equipe e a criatividade nas turmas de 9º ano.

A inspiração foi um projeto de dança moderna realizado anteriormente na escola. Dentro dessa temática, cada professor trabalhava os conteúdos das suas disciplinas com os alunos. O resultado seria a criação de uma coreografia para a apresentação final. No entanto, a maioria dos estudantes demonstraram desinteresse nessa etapa.

Nesse momento, a professora Andressa teve a ideia de inserir na coreografia elementos da ginástica já trabalhados na Educação Física. Os alunos adoraram a sugestão e deram um show na apresentação no final de 2022.

O projeto fez tanto sucesso que em 2023, a convite do diretor da escola, o grupo se apresentou na 11ª Semana da Dança de Canoas. Para isso, a professora e os alunos trabalharam em conjunto em todas as etapas, desde a escolha do tema da dança e música até a criação e execução da coreografia no evento.

Na proposta de inserir elementos da ginástica, o grupo escolheu usar as pirâmides humanas, formações acrobáticas em que as pessoas se empilham para formar uma torre. Para garantir a segurança de todos, a consciência corporal foi essencial em todo o processo. “Foi necessário realizar um trabalho de respeito com o próprio corpo e com o corpo dos colegas”, contou a professora.

O respeito também foi essencial para incluir uma aluna com paralisia cerebral que usa cadeira de rodas, pois todos os movimentos usados na dança foram cuidadosamente pensados para contemplar a especificidade da colega.

O nome escolhido para a coreografia foi “Máscara social”. A ideia era retratar as maneiras de relacionamento das pessoas na sociedade, “algumas vezes seguindo os padrões, buscando se adaptar às imposições e em outras vezes buscando autonomia”.

Confira no vídeo abaixo o resultado:

 

Leve a ginástica para as suas aulas!

Conheça o PDF do Impulsiona que conta a história do esporte e ensina como adaptar os elementos da Ginástica Rítmica com materiais alternativos.

3
Deixe um comentário

avatar
3 Todas os comentários
0 Todas as respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Resposta com mais engajamento
  Inscrever-se  
Mais novos Mais antigos Mais votados
Notificação
Eduardo
Visitante
Eduardo

Esse belo trabalho tinha que partir de uma cabeça brilhante….parabéns Andressa

Caroline Maciel da Silva
Visitante
Caroline Maciel da Silva

Que lindo!!! Parabéns!

Dora Amanda
Visitante
Dora Amanda

Trabalho maravilhoso dessa profissão incrível.