Cobertura

Como evitar lesões nas aulas de Educação Física

Apesar de ser impossível controlar todos os movimentos dos alunos, os professores podem trabalhar na prevenção de acidentes

Os participantes de qualquer atividade física, principalmente os esportes coletivos, estão sujeitos a lesões dos mais variados tipos. No ambiente escolar, o assunto é ainda mais grave, já que as crianças costumam estar muito empolgadas, mas o controle motor ainda não está desenvolvido em sua plenitude.

Nenhuma escola quer que os alunos se machuquem nas aulas de Educação Física. Diretores e pais estão preocupados em manter os jovens ativos e saudáveis, mas ao mesmo tempo têm medo de possíveis acidentes. O professor de Educação Física tem o desafio de lidar com essa pressão de ambos os lados – precisa incentivar a prática de esportes, mas não pode descuidar dos alunos por nenhum instante.

Mesmo sendo impossível evitar todas as lesões na aula, existem medidas preventivas que podem ajudar os professores a reduzir a possibilidade de acidentes. Vamos ver algumas delas?

Cuidado redobrado com os mais pequenos!

Quanto menor a idade, menos controle sobre os movimentos as crianças têm. Por isso, o ideal é deixar as brincadeiras com muita correria e alterações de direções para crianças a partir de 7 ou 8 anos. As bolas utilizadas também devem ser compatíveis com a faixa etária, então evite equipamentos muito duros ou pesados. Veja aqui algumas ideias de jogos e brincadeiras para os mais novos.

Não importa o calor, é preciso aquecer!

Além de preparar o aluno psicologicamente para a aula de Educação Física, o alongamento e o exercício cardiovascular previnem lesões comuns, como o estiramento muscular. Às vezes a garotada quer partir direto para o esporte, então o Impulsiona preparou um material com sugestões criativas de aquecimento para ajudar o professor. Confira aqui.

Água até matar a sede!

Durante os exercícios físicos, nosso corpo perde muito líquido pelo suor, então a hidratação na aula de Educação Física é essencial. Aliás, nosso corpo é inteligente nesse sentido: a sensação de sede é um aviso de que precisamos beber água. Além de incentivar o aluno a se hidratar constantemente, o professor também pode dar algumas dicas para que os jovens identifiquem se necessitam ingerir mais água. Por exemplo, quanto mais escura a urina, mais desidratado está o corpo. Aproveitando o tema, confira aqui um conteúdo especial sobre o consumo e a preservação da água nos esportes.

Nem sempre é “só um susto”!

Nós sabemos que as crianças às vezes exageram nas reações quando sofrem acidentes, mas o professor de Educação Física não pode arriscar. Qualquer choro precisa ser levado a sério. Se houver alguma suspeita de fratura, ruptura de ligamentos ou lesão mais grave, o aluno deve ser acompanhado até a direção. Caso haja sangramento, procure manter a área ferida mais elevada do que o resto do corpo. Chame apoio médico e notifique os responsáveis.

Variedade esportiva: bom para a mente e para o corpo!

Além de atrair os alunos que não gostam dos esportes mais populares, a inclusão de novas modalidades evita a repetição exagerada de um movimento – o esforço repetitivo. Handebol e vôlei, por exemplo, exigem esforço da mesma parte do corpo, e podem ser intercalados com esportes que trabalhem mais as pernas, como o atletismo. A Confederação Brasileira de Atletismo possui um curso gratuito e online em parceria com o Impulsiona para ensinar o esporte de maneira adaptada e econômica na escola. O professor que fizer o curso ainda ganha um certificado oficial. Acesse aqui. Também separamos 19 ideias para inovar na aula de Educação Física em 2019, clique aqui e confira.

Atenção à estrutura da escola…

Infelizmente, muitas escolas brasileiras possuem uma carência grande em termos de infraestrutura. A Educação Física às vezes sofre com a falta de equipamentos esportivos e a má manutenção do material existente. É preciso tomar muito cuidado para não expor os alunos, por exemplo, a uma tabela de basquete instável ou a traves de futebol quebradas.

De olho nos acessórios dos alunos!

Os jovens, principalmente adolescentes, estão em processo de construção da identidade e do estilo. Isso significa, muitas vezes, buscar acessórios como cordões, anéis, brincos e relógios. Esses itens podem ser perigosos para o próprio aluno ou para os colegas de classe durante a atividade física. Cabe ao professor alertar e verificar se todos os estudantes seguiram as recomendações dadas.

Respeito e integração com as meninas na aula!

Infelizmente, muita gente ainda tem o pensamento antiquado de que “esporte é coisa de homem”. O professor de Educação Física tem a missão de integrar as meninas em todas as atividades da aula, e, mais do que isso, criar um espaço seguro e inclusivo para as atividades físicas. O Impulsiona ajuda nesse processo com uma aula especial sobre esporte e gênero. Confira aqui.

Quadra molhada? Tô fora!

Muitas escolas não possuem cobertura na quadra, e mesmo uma pequena chuva pode deixar o piso escorregadio. É importante tomar muito cuidado para secar o chão completamente, porque basta uma leve camada de água para causar acidentes. Para dias de chuva, o Impulsiona preparou algumas soluções, como a aula digital que simplifica o xadrez. Baixe gratuitamente aqui.

E aí, professor, tem mais alguma dica de segurança na aula de Educação Física? Comente abaixo!

 

26
Deixe um comentário

avatar
23 Todas os comentários
3 Todas as respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Resposta com mais engajamento
  Inscrever-se  
Mais novos Mais antigos Mais votados
Notificação
Betcy
Visitante
Betcy

Uma fala que faz parte de minhas aulas e já é decorada e repetida pelos alunos é “Cuidado com o corpo do outro” Antes das aulas que exigem muito movimento converso com a classe e os preparo para os riscos que a atividade pode oferecer. Reforço que são responsáveis e que sei que não querem machucar os colegas. Isso os prepara para cuidados preventivos. Muitas atividades são propostas para inicio com pequenos grupos para que haja uma previa avaliação sobre os riscos que a atividade traz. Então, gradualmente vou aumentando o número de alunos, como em uma “queimada russa”, por… Read more »

Viviane Rossato dos Oliveira
Membro
Viviane Rossato dos Oliveira

Amei as dicas…

kennedy
Visitante
kennedy

Massa!

elder
Visitante
elder

Muito legal essa iniciativa , parabéns a todos envolvidos pela matéria. abraços

Ivete San Vito
Membro
Ivete San Vito

Cuidados também com o calçado….nem todos os professores orientam para que sejam utilizados tênis para realização das aulas…bem importante que os alunos entendam que o uso do tênis serve também para sua proteção, criando o hábito e associação desde cedo a aula educação física com o uso de tênis…..

Aline Holanda do Carmo Holanda do Carmo
Membro
Aline Holanda do Carmo Holanda do Carmo

Digo com experiência, antes de iniciar algum esporte sempre trabalho a coordenação motora com estafetas e outros, pois no começo eles caiam muito ou virava o pé, vi que a dificuldade era firmeza nos movimentos. Ex.correr para trás, para os lados, mudança de movimentos consecutivos.

MELINA MARIA CHAVES SOUSA ROSA
Visitante
MELINA MARIA CHAVES SOUSA ROSA

Costumo trabalhar com meus alunos a teoria falando um pouco a respeito da brincadeira ou jogo ,depois prossigo com as instruções , as regras para iniciar a prática de qualquer esporte. Acredito que assim fica mais prático..

ROSSINI FAGUNDES DA SILVA
Visitante
ROSSINI FAGUNDES DA SILVA

EXPLICAR NA AULA ANTERIOR COMO SERÁ A AULA SEGUINTE . QUE TIPO DE CUIDADOS DEVERÁ TOMAR OU PROCEDIMENTOS, TIPO DE ROUPA, A DURAÇÃO DA AULA SE VAI SER INTERNA OU EXTERNA PARA IR PREPARANDO O PSICOLÓGICO , A MATURAÇÃO INTERIOR E A EXPECTATIVA DE UMA BOA CONVIVÊNCIA, E O PROFESSOR DEVE ENSINAR VALORES DE ÉTICA , RESPEITO E FAIRPLAY ANTES DE INICIAR.

Allan Clayson
Membro
Allan Clayson

Excelente material. Gostaria de saber se a Plataforma possui algum conteúdo sobre primeiros socorros?

Cláudio Luiz Teixeira
Visitante
Cláudio Luiz Teixeira

Para evitar acidentes no pré desportivo- Queimada, quem for queimado é que pega a bola. Se outra pessoa pegar estará queimado ou queima alguém da sua equipe. Evita acidentes com os que gostam de chutar a bola.

Romário Guimarães Franca
Membro
Romário Guimarães Franca

Muito significativo esses materiais para as aulas de Educação Física.

Luana Possebon
Visitante
Luana Possebon

Excelente as dicas!!!

Alexandre
Visitante
Alexandre

Orientar o aluno a não participar das aulas mascando chicletes ,balas ou qualquer tipo de alimento .

Geronimo Lopes Dantas
Visitante
Geronimo Lopes Dantas

Excelente matéria. Parabéns.

Joami
Visitante
Joami

Muito boa as dicas, só para reforçar, quadra molhada é um problema, mesmo na insistência dos alunos, não ceda, pois o risco é muito grande.

FABIANA LOPES DE OLIVEIRA
Visitante
FABIANA LOPES DE OLIVEIRA

Muito bom !!

Amauri Santana
Membro
Amauri Santana

bom dia, meu nome é Amauri Santana de Jaboatão dos Guararapes PE.

Gostaria de comentar sobre a importância da utilização do protetor solar em locais abertos, principalmente aqui no nordeste, nas minhas aulas sempre solicito aos alunos que conversem com seus pais para comprarem protetor solar, bem como o uso de boné durante as aulas.

Para professores que por ventura realizam oficinas de construção de materiais alternativos com os alunos, atentar para o manuseio de algumas ferramentas ou produtos que levem risco a saúde do aluno, tais como: cola, tinta, estiletes, martelos, pregos, grampos e etc.

Marcos Vinicius
Visitante
Marcos Vinicius

Tema muito importante e que merece a atenção dos profissionais de educação física. Acredito que o tema foi bem abordado. Principalmente quando se trata dos pequenos e também da gravidade das lesões. Não se pode “brincar” nestes momentos…

Graziela
Visitante
Graziela

Gosto cada dia mais das dicas do site, ajuda muito
Usar garrafas tbm ajuda muito, construir jogo de damas com tampas de garrafa, para dias chuvosos tbm é muito bacana

Fabiano da Silva Fernandes
Visitante
Fabiano da Silva Fernandes

Utilizar uma vestimenta adequada para a prática de uma atividade física, nada de usar calça jeans, chinelo, sapato, etc.

Gabriela
Visitante
Gabriela

Amei as dicas! Vou utilizá-las nas minhas aulas.

Marco Jose Neves de Araújo
Visitante
Marco Jose Neves de Araújo

Sempre manter organizado seu material de primeirosaber socorros inesperados acontecem!

Liliane
Visitante
Liliane

tive uma experiência no início da minha carreira que eu estava com os alunos em fila para levá-los para beber água antes de voltar pra sala e uma das crianças saiu correndo na frente pra beber água primeiro e tropeçou e quebrou o braço. Hoje sempre falo e várias vezes( por que criança tem que falar até babar), vamos andando e quem correr fica sentado 10 min. e perde a aula. Assim consegui que todos respeitassem essa regra de não correr.