Cobertura

Professora de Educação Física cega mostra o poder de inclusão do esporte

Gisele Aparecida, de São Paulo, é formada em Educação Física e pede mais espaço para pessoas com deficiência na profissão

Gisele Aparecida tem uma daquelas histórias de vida que poderiam virar um filme. Nascida em São Paulo com catarata congênita, ela se acostumou desde cedo à baixa visão. Mas, infelizmente, as escolas da região não se esforçavam para incluí-la nas aulas.

“Naquela época quase não se falava em acessibilidade”, conta ela, hoje com 42 anos. “Os professores não queriam escrever com letras grandes no quadro negro para que eu pudesse enxergar. Os alunos não me aceitavam e até os pais mandavam que eles ficassem longe de mim para não ficarem cegos.”

Depois de tanto sofrimento e muitas buscas frustradas por instituições inclusivas, a mãe de Gisele resolveu tirar a jovem da escola. E assim ela permaneceu, sem educação formal, até os 24 anos. “Aprendi a ler e a escrever em casa, mas não tinha noção dos meus direitos. Quando me mudei para outro bairro, uma vizinha tinha uma filha cega e me contou sobre o bilhete único especial e a obrigatoriedade das escolas de aceitarem alunos com deficiência.”

Gisele conseguiu encontrar uma professora em Osasco que tinha uma sala de recursos. Passou a estudar ali, aprendeu braile e decidiu fazer um supletivo para recuperar o tempo perdido.

“O diretor do supletivo falava que o espaço tinha muitas escadas e por isso eu não poderia frequentar as aulas. Tive que ameaçar processar para conseguir a vaga”, lembra Gisele. Ela teve um desempenho tão bom que pulou da 1ª para a 4ª série em uma tacada só. “Um tempo depois, construíram uma escola em frente a minha casa. Cursei o Ensino Médio ali, era muito melhor. Usava uma lupa de recursos (objeto semelhante a um binóculo) para acompanhar as aulas e os colegas ajudavam muito, chegando a ditar o que estava escrito no quadro.”

Com 29 anos e a educação básica completa, estava na hora de dar o próximo passo. E Gisele decidiu o que queria fazer. “Eu adorava trabalhos de corpo e movimento, já dançava na Companhia de Ballet para cegos Fernanda Bianchini. Sabia que meu curso dos sonhos era Educação Física.”

professora gisele com roupa de ballet em posição de dança

Mas, novamente, Gisele deu de cara com o preconceito e a falta de acessibilidade. “Passei em três faculdades diferentes. Na hora da matrícula, ao verificar a minha deficiência, todas falavam que entrariam em contato. Mas nunca ligavam e não me atendiam.”

Foi então que uma colega, também deficiente visual e cursando Administração na Universidade Paulista (UNIP), contou para Gisele que a faculdade oferecia ledores (pessoas cuja função é ajudar deficientes visuais a lerem).

“Eu estava tão desanimada que visitei a faculdade só para não magoar a minha amiga”, conta Gisele. Ela fez a prova de vestibular no sábado, e na segunda-feira recebeu uma ligação da ledora avisando que tinha sido aprovada. “Você lembra que eu sou deficiente visual?”, perguntou Gisele, com o trauma das outras experiências. “Aqui você vai ser bem atendida”, escutou de volta.

Foi assim que, aos 32 anos, ela começou o curso de Educação Física. E dessa vez, Gisele experimentou acolhimento dos professores. “Eles nunca tinham tido uma aluna com deficiência visual, mas foram muito solícitos. Chegavam para mim e perguntavam qual a melhor forma para eu aprender. Eles ensinavam o conteúdo e eu ensinava como lidar com pessoas com deficiência.”

Entre as técnicas diferenciadas, Gisele destaca que os educadores permitiam que ela os tocasse durante as aulas para entender os movimentos. Na aula de anatomia, ela frequentava o laboratório em horários extras, a fim de entender o corpo humano em seus detalhes.

Mas as coisas ficaram difíceis novamente. Próximo do fim do curso, o dia tão temido chegou: Gisele perdeu 100% da visão e ficou completamente cega. O primeiro mês foi de luto. “Entrei em depressão, foi muito triste. Mas não tive tempo para ficar em casa chorando. Logo voltei a viver”, conta ela.

Gisele fez estágio por um ano e meio em uma escola em Jundiaí. Seu foco eram atividades sem bola, como dança, alongamento, lutas e ginástica. “Os alunos me respeitavam muito e faziam tudo o que eu pedia.”

 

 

 

Sobre o futuro, a professora Gisele conta que pretende dar aulas em uma escola regular, mostrando sempre o valor da inclusão.

“Nenhuma criança nasce preconceituosa, isso é algo que elas absorvem de casa ou da sociedade. Quero mostrar para elas que ter um coleguinha deficiente é normal, que todos temos as nossas limitações e que devemos conviver bem e nos respeitar.”

Gisele está estudando para concursos. Mas até isso é difícil às vezes. “Poucos materiais são acessíveis”. O contato com o Impulsiona, inclusive, surgiu de um erro de acessibilidade na página, que está sendo consertado pela equipe técnica do programa. “A maioria das vezes eu aviso do problema e nem se dão ao trabalho de me responder.”

A professora deixa uma mensagem aos colegas do Impulsiona:

“Penso que os professores não devem ocupar o lugar da família, mas que têm sim um papel de ensinar sobre a vida, sobre respeito, sobre entender as diferenças. Acredito em um futuro melhor. Muitas mães e crianças com deficiência estão sofrendo, tirando filhos da escola, e isso não pode mais acontecer.”

Gostou da história da professora Gisele? Deixe o seu comentário para ela abaixo! E se tiver interesse em um curso online e gratuito para professores de Educação Física sobre inclusão, clique AQUI.

134
Deixe um comentário

avatar
117 Todas os comentários
17 Todas as respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Resposta com mais engajamento
  Inscrever-se  
Mais novos Mais antigos Mais votados
Notificação
Marcelo Moura Mendel
Visitante
Marcelo Moura Mendel

Lindo exemplo de perseverança e persistência. Parabéns professora!

Francisco Erivan
Visitante
Francisco Erivan

Que historia bacana de superação parabéns pra essa guerreira fiquei fã dela.

DIMICILIA FARIAS DE LIRA COLARES
Visitante
DIMICILIA FARIAS DE LIRA COLARES

Fiquei emocionada! tenho uma amiga que tem baixa visão e passou no concurso para professora do ensino fundamental e me ligou, perguntando como fazia o planejamento das aulas e expliquei, depois fiquei pensando que ela não encontrou nenhum professor para ajudar, porque não estão preparados, que venham mais assuntos assim nesse sentido, para ajudar o proximo professor cego da melhor maneira possivel porque na faculdade é diferente da pratica.

João Belchior
Visitante
João Belchior

Sensacional!

Rosimeire
Visitante
Rosimeire

Parabéns Gisele, você é um exemplo de garra e determinação.

claudia caroline
Visitante
claudia caroline

Parabéns Gisele pelo sua coragem, continue firme na caminhada. Você é um exemplo.

GERONIMO LOPES DANTAS
Visitante
GERONIMO LOPES DANTAS

Total exemplo de superação.

Sandra Mara Baie
Visitante
Sandra Mara Baie

Parabéns Gisele, sou professora de educação física no Paraná e sempre me preocupei com meus alunos inclusos para que eles participassem das minhas aulas e do respeito com as todas as diferenças !!

Lânio Lobaldo Romão da Silva
Visitante
Lânio Lobaldo Romão da Silva

Professora Gisele achei sua história muito interessante, apesar de dificuldades bonita onde mostra superação e o direito à acessibilidade você está de parabéns pelas conquistas mas só pela iniciativa de lutar com as armas que desponha na aquele momento se mostrou uma pessoa forte, mesmo quando algumas pessoas não acreditava em você sua história me deixou mais motivado a buscar alcançar as metas estabelecidas na vida. Um beijo carinhosamente no rosto! E tchau, valeu!

guttemberg tavares
Membro
guttemberg tavares

Nada substituir o caminho e a vontade, que essa trajetória sirva de inspiração a todos nós, sinto lisonjeado em ter uma nobre colega de profissão tão sonhadora e empenhada no que quer parabéns e muito sucesso sempre.

Débora
Visitante
Débora

Parabéns pela determinação, vc é um exemplo para todos, mesmo com tanta dificuldade se não desistir tudo pode ser conquistado, mesmo que demore…parabéns guerreira

Valquiria menezes da Silva
Visitante
Valquiria menezes da Silva

Olá professora Gisele
A sua história é linda , nunca tive dúvidas sobre a minha escolha, e agora após conhecer a sua história tenho certeza que fiz a escolha certa, parabéns você é incrível!!!

Annye Charmeny Ferreira Lima
Visitante
Annye Charmeny Ferreira Lima

É muito importante que às pessoas respeite o outro(a) independente das suas limitações. Professora você é uma guerreira, parabéns pelo exemplo de vida. Sou da área da Pedagogia, Dança e Educação Física.

Rose
Visitante
Rose

Parabéns Gisele! Sua vida é exemplo de superação, de que quando se deseja algo de coração não podemos desistir. Você servirá de exemplo para várias outras pessoas e fará muita diferença na educação inclusiva. Que Deus te guie sempre!

Paula Almeida
Visitante
Paula Almeida

Continue sempre ,nunca desista de seus sonhos você mostrou que pode sim fazer tudo aquilo que desejar te admiro muito felicidades!

SIMONY LINDA MIRANDA
Visitante
SIMONY LINDA MIRANDA

Parabéns .
Obrigada por compartilhar,exemplo de superação.
E dedicação.
Deus continue te abençoando.
Exemplo a ser seguido.
Te desejo sempre sucesso em sua vida.
Um abraço ❤️

elismara fernanda monteiro silva melo
Visitante
elismara fernanda monteiro silva melo

parabéns pela conquista e que você possa ser inspiração e exemplo para tantas outras pessoas

Mônica Bastos Silva
Visitante
Mônica Bastos Silva

Parabéns professora Gisele, no nosso país realmente as coisas não são fáceis. Temos que lutar pelo nossos direitos sem jamais desistir. Abraços!

Felipe Penido Xavier Calabrio
Visitante
Felipe Penido Xavier Calabrio

Parabéns pelo empenho gisele !!! um exemplo de determinação para todos os professores. que você realize todos os seus objetivos
Grande abraço

Paulo Cézar Ribeiro Coelho
Visitante
Paulo Cézar Ribeiro Coelho

E eu pensando em desistir de dar aulas…que exemplo meu Deus…parabéns.

José Genario dos santos
Visitante
José Genario dos santos

Parabéns Gisele você é um exemplo para muitos que tem tudo e não luta.parabens

Wellington
Visitante
Wellington

Ótima história, uma linda inspiração!

Mara C C Pires Sudário
Visitante
Mara C C Pires Sudário

Parabéns Gisele! Você já é mais que uma vencedora. E, te peço perdão em nome da sociedade por tanto preconceito e falta de preparo e condições de acessibilidade em nosso mundo.

Dayane
Visitante
Dayane

Não deixe que as pessoas te façam desistir daquilo que você mais quer na vida. Acredite. Lute. Conquiste. E acima de tudo, seja feliz!Parabéns

Cleonice Pedro Leite
Visitante
Cleonice Pedro Leite

Ola pro Gisele
Tudo bem com você.
Pro Parabéns pelo seu empenho e dedicação no curso que escolheu, e vamos sim orientar outros colegas e alunos que precisam de orientação e responda para viverem melhores

Marieh costa bandeira vieira
Visitante
Marieh costa bandeira vieira

A história é muito emocionante.

Alê
Visitante
Alê

Parabéns!

Alynni de Lacerda Barbosa
Visitante
Alynni de Lacerda Barbosa

“Incluir é retirar obstáculos para que o outro se inclua”. Parabéns aos professores e professoras que auxiliaram à Gisele a retirar os obstáculos para que ela demonstrasse suas possibilidades, em detrimento das dificuldades.
Parabéns, GISELE, por não desistir de seus desejos.

Weliton de Freitas Silva
Visitante
Weliton de Freitas Silva

Que exemplo de superação e compromisso com a profissão.

Parabéns Professora Gisele!

moraima
Visitante
moraima

Parabéns, uma história muito bonita, obrigada por compartilhá-la se puder quando houver desejo, interesse e perseverança, você é um guerreiro da vida e da esperança, você aposta tudo para crescer, para ser incluído e você o conquistou, há um fala muito sobre inclusão mas realmente sociedade, os gestores não estão preparados para assumi-los, obrigado por mostrar que se puder, você é um exemplo para muitas forças, continue, obrigado por compartilhar suas experiências, eles vão ajudar muitos a serem melhores e aprofundar em relação à inclusão nas aulas de Educação Física.

Nefertite Aparecida de Jesus Ribeiro
Visitante
Nefertite Aparecida de Jesus Ribeiro

Boa tarde, linda história e sofredora , Gisele, sempre passo nas minhas aulas de Educação física, sobre a inclusão nós esportes,vou trabalhar com eles esse bimestre sobre o voleibol e voleibol sentado.

Ana Lúcia
Visitante
Ana Lúcia

Que história incrível! Entendo isso como forma de superaçao. Parabéns professora pelo esforço e dedicação. Espero que um dia a escola tenha um ambiente que seja mais acessível aos estudantes com necessidades especiais. Parabéns desejo sucesso para você.

Michely Mota
Visitante
Michely Mota

Gisele é vitoriosa.

CELIMAR WESTERICH IZOTTON
Visitante
CELIMAR WESTERICH IZOTTON

Parabéns pela persistência e perseverança. Esta caminhada da inclusão é muito importante pra todos, normais ou especiais. Dou aula pra turmas com inclusão, e muitas vezes, vejo a superação destes alunos, sobressaindo os ditos normais

RODOLFO RODRIGUES SANTOS
Visitante
RODOLFO RODRIGUES SANTOS

Histórias assim que nos inspira diariamente e incentiva a acreditar que todos somos capazes e que sim todos merecem ter seu espaço na sociedade parabéns por tudo e sem duvidas pro defender a educação fisica e a inclusão

Luciene da Silva
Visitante
Luciene da Silva

Nossa incrível. Superação

BRANCA SANTILLI
Visitante
BRANCA SANTILLI

Tenho orgulho de voce ter me dado a oportunidade de lhe dar aula de samba rock e forró voce é uma vencedora . tenho muito orgulho de voce.

Anderson Santos
Visitante
Anderson Santos

Também me formei na Unip em 2016. Tinha na sala uma ledora e sempre ficava ao lado da aluna a ajudando bastante. Sua história é sensacional e nos motiva ainda mais, a buscarmos melhorar e valorizar, ainda mais nossa profissão. Meus parabéns professora!!!

Alexandre Maynarte Santos
Visitante
Alexandre Maynarte Santos

Parabéns à professora Gisele.
Inclusão é uma luta diária, enquanto nação, temos muito o que aprender e evoluir.

Willian souza
Visitante
Willian souza

É um prazer ter ela como amiga Gisele é um exemplo de superação só tenho a desejar muito sucesso a ela .
Parabéns

Ana Nery Alcoforado Gomes
Visitante
Ana Nery Alcoforado Gomes

Perfeito ❗️Superação na vida
Podemos sim,viver de acordo com nossas limitações

Leandro de Souza Constancio
Visitante
Leandro de Souza Constancio

Bom dia a todos. E com muita força de vontade ultrapassamos obstáculos. Parabéns a nossa Professora que superou e esta cada vez mais chegando aos seus objetivos. Uma lição de vida para todos Nós.

Luciana Costa
Visitante
Luciana Costa

Que história linda! Parabéns por não desistir Gisele, são esses tipos de exemplos que nos dão ânimo para continuar mesmo com tantos obstáculos, e nos ajuda a melhorar cada dia mais como profissionais e como pessoa também. Continue com essa força, você ainda tem muitas conquistas pela frente.

Fabiana
Visitante
Fabiana

Professora… seu exemplo é realmente inspirador. Siga firme! Tudo vai dar certo e o mundo melhor em que acreditamos será uma realidade. Forte abraço.

Flávia Renata Camillo
Visitante
Flávia Renata Camillo

Minha irmã linda sempre arrazando te amo muitooo irmã parabéns por.mais essa conquista

Kátia da Conceição Silva
Visitante
Kátia da Conceição Silva

Que história linda, com todo obstáculo e dificuldade a professora Gisele conseguiu ser um diferencial e também, mostrar que não a barreiras mas que devemos agir e fazer diferente entender que todos tem direito de fazer, ser, e mostrar o seu diferencial
Professora Gisele que orgulho, que satisfação em ter a oportunidade em te conhecer pela sua grande lição de vida uma trajetória linda parabéns .

GSC
Visitante
GSC

Amei a sua perseverança, não desista nunca, a sua história me ensinou a ter um olhar diferenciado para as crianças com algum tipo de deficiência. Quando você falou que acredita no futuro melhor , eu também acredito. Num futuro onde ninguém que viver aqui na terra vai dizer tenho uma deficiência, mas todos serão perfeitos e felizes para sempre.

Luciano de Albuquerque Cabral
Visitante
Luciano de Albuquerque Cabral

Linda história Gisele e também fico triste como as barreiras que ele teve que enfrentar. Digo que você é um exemplo de vida.

Lázaro Pereira
Visitante
Lázaro Pereira

Gisele você é uma inspiração para todos, e exemplo de superação aos preconceitos. Parabéns colega !!!!

Marcia Dias
Visitante
Marcia Dias

Fico muito sensibilizada com esses depoimentos. São histórias de vida muito difíceis e de muita luta. Gostaria de parabenizar o esforço dessa professora guerreira e desejar muito sucesso e toda a felicidade do mundo em sua profissão e em sua vida!