Cobertura

Professora de Educação Física cega mostra o poder de inclusão do esporte

Gisele Aparecida, de São Paulo, é formada em Educação Física e pede mais espaço para pessoas com deficiência na profissão

Gisele Aparecida tem uma daquelas histórias de vida que poderiam virar um filme. Nascida em São Paulo com catarata congênita, ela se acostumou desde cedo à baixa visão. Mas, infelizmente, as escolas da região não se esforçavam para incluí-la nas aulas.

“Naquela época quase não se falava em acessibilidade”, conta ela, hoje com 42 anos. “Os professores não queriam escrever com letras grandes no quadro negro para que eu pudesse enxergar. Os alunos não me aceitavam e até os pais mandavam que eles ficassem longe de mim para não ficarem cegos.”

Depois de tanto sofrimento e muitas buscas frustradas por instituições inclusivas, a mãe de Gisele resolveu tirar a jovem da escola. E assim ela permaneceu, sem educação formal, até os 24 anos. “Aprendi a ler e a escrever em casa, mas não tinha noção dos meus direitos. Quando me mudei para outro bairro, uma vizinha tinha uma filha cega e me contou sobre o bilhete único especial e a obrigatoriedade das escolas de aceitarem alunos com deficiência.”

Gisele conseguiu encontrar uma professora em Osasco que tinha uma sala de recursos. Passou a estudar ali, aprendeu braile e decidiu fazer um supletivo para recuperar o tempo perdido.

“O diretor do supletivo falava que o espaço tinha muitas escadas e por isso eu não poderia frequentar as aulas. Tive que ameaçar processar para conseguir a vaga”, lembra Gisele. Ela teve um desempenho tão bom que pulou da 1ª para a 4ª série em uma tacada só. “Um tempo depois, construíram uma escola em frente a minha casa. Cursei o Ensino Médio ali, era muito melhor. Usava uma lupa de recursos (objeto semelhante a um binóculo) para acompanhar as aulas e os colegas ajudavam muito, chegando a ditar o que estava escrito no quadro.”

Com 29 anos e a educação básica completa, estava na hora de dar o próximo passo. E Gisele decidiu o que queria fazer. “Eu adorava trabalhos de corpo e movimento, já dançava na Companhia de Ballet para cegos Fernanda Bianchini. Sabia que meu curso dos sonhos era Educação Física.”

professora gisele com roupa de ballet em posição de dança

Mas, novamente, Gisele deu de cara com o preconceito e a falta de acessibilidade. “Passei em três faculdades diferentes. Na hora da matrícula, ao verificar a minha deficiência, todas falavam que entrariam em contato. Mas nunca ligavam e não me atendiam.”

Foi então que uma colega, também deficiente visual e cursando Administração na Universidade Paulista (UNIP), contou para Gisele que a faculdade oferecia ledores (pessoas cuja função é ajudar deficientes visuais a lerem).

“Eu estava tão desanimada que visitei a faculdade só para não magoar a minha amiga”, conta Gisele. Ela fez a prova de vestibular no sábado, e na segunda-feira recebeu uma ligação da ledora avisando que tinha sido aprovada. “Você lembra que eu sou deficiente visual?”, perguntou Gisele, com o trauma das outras experiências. “Aqui você vai ser bem atendida”, escutou de volta.

Foi assim que, aos 32 anos, ela começou o curso de Educação Física. E dessa vez, Gisele experimentou acolhimento dos professores. “Eles nunca tinham tido uma aluna com deficiência visual, mas foram muito solícitos. Chegavam para mim e perguntavam qual a melhor forma para eu aprender. Eles ensinavam o conteúdo e eu ensinava como lidar com pessoas com deficiência.”

Entre as técnicas diferenciadas, Gisele destaca que os educadores permitiam que ela os tocasse durante as aulas para entender os movimentos. Na aula de anatomia, ela frequentava o laboratório em horários extras, a fim de entender o corpo humano em seus detalhes.

Mas as coisas ficaram difíceis novamente. Próximo do fim do curso, o dia tão temido chegou: Gisele perdeu 100% da visão e ficou completamente cega. O primeiro mês foi de luto. “Entrei em depressão, foi muito triste. Mas não tive tempo para ficar em casa chorando. Logo voltei a viver”, conta ela.

Gisele fez estágio por um ano e meio em uma escola em Jundiaí. Seu foco eram atividades sem bola, como dança, alongamento, lutas e ginástica. “Os alunos me respeitavam muito e faziam tudo o que eu pedia.”

 

 

 

Sobre o futuro, a professora Gisele conta que pretende dar aulas em uma escola regular, mostrando sempre o valor da inclusão.

“Nenhuma criança nasce preconceituosa, isso é algo que elas absorvem de casa ou da sociedade. Quero mostrar para elas que ter um coleguinha deficiente é normal, que todos temos as nossas limitações e que devemos conviver bem e nos respeitar.”

Gisele está estudando para concursos. Mas até isso é difícil às vezes. “Poucos materiais são acessíveis”. O contato com o Impulsiona, inclusive, surgiu de um erro de acessibilidade na página, que está sendo consertado pela equipe técnica do programa. “A maioria das vezes eu aviso do problema e nem se dão ao trabalho de me responder.”

A professora deixa uma mensagem aos colegas do Impulsiona:

“Penso que os professores não devem ocupar o lugar da família, mas que têm sim um papel de ensinar sobre a vida, sobre respeito, sobre entender as diferenças. Acredito em um futuro melhor. Muitas mães e crianças com deficiência estão sofrendo, tirando filhos da escola, e isso não pode mais acontecer.”

Gostou da história da professora Gisele? Deixe o seu comentário para ela abaixo! E se tiver interesse em um curso online e gratuito para professores de Educação Física sobre inclusão, clique AQUI.

183
Deixe um comentário

avatar
166 Todas os comentários
17 Todas as respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Resposta com mais engajamento
  Inscrever-se  
Mais novos Mais antigos Mais votados
Notificação
Júlio César
Membro
Júlio César

ola! parabéns pelo trabalho, determinação, nunca desista, você é peça importante para inclusão no nosso País

Márcia
Visitante
Márcia

superação, conquista e vitória

Delman Felis
Visitante
Delman Felis

Parabéns professora Gisele pela sua determinação.

Marcelo Moura Mendel
Visitante
Marcelo Moura Mendel

Lindo exemplo de perseverança e persistência. Parabéns professora!

Izabel Cristina Medeiros Vieira
Visitante
Izabel Cristina Medeiros Vieira

Que o mundo conheça sua história! Parabéns Professora!

Monique Machado
Visitante
Monique Machado

Que história linda de força, fé e superação constantes!! Continue firme, professora! Seu exemplo servirá para ajudar na transformação desse mundo! Parabéns!

Ramylla Almeida
Visitante
Ramylla Almeida

São pessoas como você, Gisele, que faz minha esperança aumentar em que é possível viver num mundo com paz de espírito. Que orgulho!

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Que história de vida e superação. Meus parabéns Gisele, você é um grande exemplo para mim e para muitos. Mesmo com certa dificuldade, você não desistiu do teu sonho, mostrando para muitos que, é possível vencer, basta querer e, ser determinada como você foi. Deus te abençoe..

Anaíde
Visitante
Anaíde

Linda história de superação,serve de intensivo para as pessoas com algum tipo de deficiência e desiste de realizar os seus sonhos ao encontrar dificuldades no caminho.
Parabéns Gisele, amei sua história de superação,estou torcendo para que você consiga realizar seu sonho de ser aprovada em um concurso público.
BOA SORTE!

LUCIANE MEDEIROS
Visitante
LUCIANE MEDEIROS

Maravilhoso exemplo pra todos nós!

Hélio Matias - Manaus -Am
Visitante
Hélio Matias - Manaus -Am

Parabéns Professora Gisele, tenho certeza que Deus vai abrir muitas portas para vc, pois é um exemplo de determinação. Nunca desista!!!!!!!!

Endina Santos
Visitante
Endina Santos

Linda história Gisele!
Que bom que rompeste barreiras, és vitoriosa.
Por um mundo de mais conscientização e inclusão de todos.
Felicidades e grandes realizações. Abraços

Milton Rodrigues dos Santos
Visitante
Milton Rodrigues dos Santos

Parabéns! Você demonstra que não há barreiras, enquanto tivermos um olhar do passado não iremos desenvolver, nem fisicamente, mentalmente e espiritualmente. Continue sempre com o olhar novo e tudo vai dar certo. Muito obrigado, por contar como tudo pode ser melhor quando amamos o próximo. Deus abençoe sempre assim próximo e distante.

Neuracy
Visitante
Neuracy

Que história linda. Parabéns Gisele

Geralda Gomes Ferreira Coelho
Visitante
Geralda Gomes Ferreira Coelho

Achei emocionante a história da professora Gisele

CARLOS MAGNO FARIAS RODRIGUES
Visitante
CARLOS MAGNO FARIAS RODRIGUES

Realmente inspiradora a sua história. Eu sou deficiente físico e sempre amei Educação Física, mas os próprios professores não me deixavam participar das aulas, então estudei e me formei em Matemática, até que pouco tempo atrás tive a oportunidade de fazer Educação Física pela UEPB onde fui um dos melhores alunos da turma, me emocionei muito em minha formatura passando um filme me minha mente. Amo Educação Física agora estou fazendo bacharelado para ter o curso completo.

Elenize Mendes
Visitante
Elenize Mendes

Parabéns guerreira! O mundo precisa de mais pessoas como você!! Que Deus ilumine seu caminho sempre!

Baldanza
Visitante
Baldanza

Uma privilegiada pelo coração de guerreira, determinada e dedicada!!! Quantas histórias não chegaram onde vc chegou… quantos caminhos desviados pela ignorância social e intelectual… quanto aprendizado desperdiçado e preconceituosamente destituído do ensino da vida e suas nuanças…!
O ser humano vai aprender! No seu tempo e com pessoas iluminadas como vc!
Muita saúde e paixão pela nossa Ed.Física!!!

josé Carlos Ferreira
Visitante
josé Carlos Ferreira

Sou professor de Educação Física em Arroio Grande – RS. Gisele nos representa e orgulha nossa profissão. Parabéns professora…

Márcia Corina Mendes lins
Visitante
Márcia Corina Mendes lins

Amei,senti felicidade ,alegria,de saber que existe fé , vontade ,talento, oportunidade.
Aproveitar um potencial de alguém que demonstra capacidade.
Parabenizo à todas as pessoas que contribuíram, ajudaram.

Jomara Vitória Sol de Macêdo
Visitante
Jomara Vitória Sol de Macêdo

Parabéns Gisele, pela sua força na auto superação. Sucesso!!!

ADEMAR BRASILEIRO BEZERRA
Visitante
ADEMAR BRASILEIRO BEZERRA

Gisele, você é uma guerreira, uma lutadora, compreendo muito bem o que você passou e ainda está passando, tenho um colega que passou por situação idêntica, pois o mesmo amputou um braço proveniente de um acidente de carro, o pessoal que dirigia a Escola de Educação Física quis impedi-lo de fazer o curso, mas entrou na justiça e ganhou, hoje é um excelente professor de Educação Física. Vá em frente não esmoreça, você é grande e maravilhosa. Parabéns!

Ana Cristina Moreira Mendes
Visitante
Ana Cristina Moreira Mendes

Que linda historia Gisele, parabéns pela determinação, sua garra e sua persistência pela fome de aprendizado é de admirar, Deus abençoe sua caminhada e que você consiga atingir seus objetivos…..

Gustavo
Visitante
Gustavo

Satisfação em saber que a professora Gisele é uma colega de profissão. Sou professor de Educação Física para deficientes visuais e conheço de perto essa realidade. Professora Gisele escreveu um belo capítulo na sua história e na história da educação no BR.

Jucelei de Jesus
Membro
Jucelei de Jesus

Boa noite, excelente materia. Moça guerreira e VITORIOSA, na fauldade onde estudo tem inclusão. Mais uma vez parabéns
,

ALIPIO PEREIRA LOES
Visitante
ALIPIO PEREIRA LOES

Parabéns a professora Gisele! Eu acabei de concluir minha faculdade de pedagogia, vi durante o curso a importância da inclusão, pois como cita a mesma isto ainda e muito visível na escola regular, mas acredito eu que daqui pra frente com as LDB, vai mudar.

Marcia Procópio
Visitante
Marcia Procópio

Parabéns Gisele, por não desistir e fazer valer seus direitos, sua história me emocionou muito. Guerreira, exemplo de superação. Abraços com todo meu carinho e admiração.

Maria Luciene José Bezerra
Visitante
Maria Luciene José Bezerra

É esse o caminho não desistir dos sonhos, por mais que encontre portas fechadas, sempre terá uma janela aberta. A importância da inclusão tem que está dentro da sala de aula e muito mais além….Parabéns Gisele pela garra e confiar primeiro em você mesma.

Silna Sodré da Motta
Visitante
Silna Sodré da Motta

Gisele, minha colega, digo assim, pois temos a mesma profissão. Sua história é linda e forte e a parabenizo por enfrentar com firmeza e determinação seus ideais. Prossiga, ainda há muito chão pela frente!!! Deus a abençoe sempre!!!

Wellington
Visitante
Wellington

Maravilhosa, virei seu fã.

KAREN GONÇALVES DE LIMA
Visitante
KAREN GONÇALVES DE LIMA

É uma guerreira! Linda história.

Francisco
Visitante
Francisco

É muito emocionante. Que história linda da Colega de profissão. Desistir jamais, lutar sempre. Já tive aluna com baixa visão e totalmente cega. É diferente você trabalhar com pessoas com deficiências, mais ao mesmo tempo é graficamente, pois você acaba aprendendo muito com as pessoas ao seu redor. Parabéns Gisele pela sua luta e seu sucesso, que você consiga seus objetivos em sua jornada de vida e trabalho. Um grande abraço, Profº Francisco.

Alvoneide Pereira
Visitante
Alvoneide Pereira

Parabéns Gisele pela força, muito linda a sua história!

Alvaro Anisio Ferreira
Membro
Alvaro Anisio Ferreira

É SEMPRE MUITO ENRIQUECEDOR ESCUTAR UMA HISTÓRIA COMO ESTA , FICO MUITO FELIZ COM A VTÓRIA E SUCESSO DA COLEGA .

Silverlei Silvestre Vieira
Visitante
Silverlei Silvestre Vieira

Boa tarde Gisele! Meu nome é Silverlei e sou profissional de Educação Física e Orientação e Mobilidade. Adorei e respeito a sua história. Nesses anos de profissão sempre me passou pela cabeça que ninguém está livre de um dia se tornar uma pessoa com deficiência e, por isso, fui atrás de exemplos para que eu possa continuar atuando. Conhecia há um tempo um professor de Educação Física que trabalhava na rede pública de São Paulo. Ele prestou concurso, passou e ministrava aulas em salas regulares com alunos de inclusão. Não me lembro o nome dele. Mas se mantenha firme e… Read more »

Laís Pozzi Semeghini Pestana
Visitante
Laís Pozzi Semeghini Pestana

Ótima matéria. Profa Gisele é corajosa, guerreira e, apesar de mtos obstáculos q deverão ainda surgir, ela os enfrentará com mta coragem. Que ela tenha mto sucesso!! ❤️

Marise Santos
Visitante
Marise Santos

Que SUPERAÇÃO, PARABÉNS!
QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO E GUIANDO IS SEUS PASSOS. ABRAÇOS.

Monica
Visitante
Monica

Gostei da história de vida da Professora Gisele parabéns e boa sorte a voce Gisele tudo de bom .

Francisco Erivan
Visitante
Francisco Erivan

Que historia bacana de superação parabéns pra essa guerreira fiquei fã dela.

Catia Araujo
Visitante
Catia Araujo

Parabéns pela sua garra e por nunca desistir. Tua luta continuará enquanto tivermos pessoas como tu, disposta a conquistar seu lugar na sociedade ,enfrentando barreiras, podemos acreditar em um futuro melhor: mais humano, inclusivo, com menos preconceito ,mais aceitação e amor ao próximo.

DIMICILIA FARIAS DE LIRA COLARES
Visitante
DIMICILIA FARIAS DE LIRA COLARES

Fiquei emocionada! tenho uma amiga que tem baixa visão e passou no concurso para professora do ensino fundamental e me ligou, perguntando como fazia o planejamento das aulas e expliquei, depois fiquei pensando que ela não encontrou nenhum professor para ajudar, porque não estão preparados, que venham mais assuntos assim nesse sentido, para ajudar o proximo professor cego da melhor maneira possivel porque na faculdade é diferente da pratica.

Maria Nogueira Pinheiro
Membro
Maria Nogueira Pinheiro

Emocionante, meus parabéns !

Silvanir
Visitante
Silvanir

Tive a honra de estudar com ela , pense numa pessoa maravilhosa ❤️♥️❤️

Elsi Dressel de Quevedo
Visitante
Elsi Dressel de Quevedo

Parabéns pela garra e determinação Gisele ,sou deficiente física tive também sofri com o preconceito

Filemom Lopes
Visitante
Filemom Lopes

Parabéns. Belo exemplo de vida e superação!

ODIRLEI RONALDO VIEIRA
Visitante
ODIRLEI RONALDO VIEIRA

Que história!!!!

Catiane
Visitante
Catiane

Bom dia!
Com a história de Gisele,pude percebi que não podermos desistir dos nossos sonhos e que o problema do outro é o nosso.
E que sozinho não conseguimos avançar.Devermos lutar até vencer de todos os preconceitos e dificuldades, você Gisele é exemplo de superação parabéns.

Lorena
Visitante
Lorena

Que história linda é inspiradora. A Gisele é uma guerreira! ❤️

Maria Salete de Paula
Visitante
Maria Salete de Paula

Parabéns professora Gisele. A sua caminhada na vida é de superação.

João Belchior
Visitante
João Belchior

Sensacional!