Cobertura

O que é Educação Física? Descubra diferentes conceitos

Entenda qual a importância desta área do conhecimento e do profissional de Educação Física para o desenvolvimento humano

O que é Educação Física? Quando falamos nela, logo pensamos no espaço escolar, onde estudantes executam exercícios sob orientação de um professor. Historicamente, a Educação Física surgiu como um método para disciplinar e controlar as pessoas a partir dos seus corpos, mas esta concepção foi mudando ao longo do tempo. Atualmente, se reconhece a sua importância no desenvolvimento físico, social e emocional – contribuindo, assim, para o desenvolvimento integral humano. Veja um resumo da história da Educação Física aqui.

No passado, a Educação Física acontecia quase que exclusivamente no ambiente escolar. Somente após a década de 1980, a disciplina chegou a academias e clubes, atendendo pessoas de todas as idades. Desse modo, a Educação Física passou a ser definida como um “processo educacional que usa o movimento como um meio de ajudar as pessoas a adquirir habilidades, condicionamento, conhecimento e atitudes que contribuem para seu ótimo desenvolvimento e bem-estar” (Dr. Valdir Barbanti, em “O que é a Educação Física”).

O objeto de estudo da Educação Física é o ser humano, que além de biológico, é emocional, cognitivo e social. Por isso, a Educação Física se utiliza de outras ciências para observar e estudar todas as dimensões do homem. Ela exerce potencialidades, desenvolve funções mentais, coordenação motora, criatividade, livre expressão e sociabilidade.

Com uma ampla área de atuação, o profissional de Educação Física pode atuar no campo do condicionamento físico, de ensino e recreação, na orientação e treinamento de atletas de alta performance, na recuperação e reabilitação de pacientes, além do ramo de turismo ecológico.

A importância do profissional de Educação Física

Há aproximadamente três décadas, a graduação do profissional de Educação Física era pautada em suas habilidades físicas e motoras, enquanto o conhecimento teórico e científico não possuía destaque no curso. Com o desenvolvimento científico no campo das ciências médicas e da saúde, a Educação Física passou a ser essencial na prevenção e no tratamento de diversas doenças e na promoção da saúde e qualidade de vida. Desse modo, o Conselho Nacional de Saúde (resolução n° 218 de 6 de março de 1997), reconheceu os profissionais de Educação Física como Profissionais de Saúde. Além disso, o Ministério da Saúde também incluiu a atividade física no Sistema Único de Saúde (SUS).

Essa mudança refletiu nos currículos de formação profissional, que dividiu o curso de Educação Física em licenciatura e bacharelado, formando profissionais com atuações diferenciadas. O primeiro é capaz de atuar na Educação Básica, como professor na escola. Já o segundo diploma permite que o profissional atue nos campos da prevenção, promoção e reabilitação da saúde, na educação e em projetos sociais, de esportes e de lazer.

Portanto, o profissional de Educação Física tem papel fundamental na promoção da saúde populacional, prevenindo doenças como obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares, entre outras, conferindo mais qualidade de vida, bem-estar e longevidade. Além disso, o profissional de Educação Física tem um papel fundamental na utilização do movimento para o desenvolvimento cognitivo de crianças, jovens e adultos.

BNCC na Prática: do currículo à sala de aula

Deixe seu comentário

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *