Cobertura

Impulsiona lança curso de Metodologias Ativas em parceria com professor Ricardo Catunda

Lançamento oficial acontecerá no XVII Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa, em Fortaleza

O estudo sobre o conceito de metodologias ativas no processo de aprendizagem não é recente. Porém, desde o fim do século passado, com a introdução do uso das novas tecnologias digitais da informação e comunicação no ambiente escolar, ampliam-se as estratégias hibridas de ensino e aprendizagem. O processo e o ritmo de aprendizagem é algo único e diferente para cada criança.

O conceito de Metodologias Ativas

Metodologias ativas englobam uma concepção do processo ensino-aprendizagem que considera a participação efetiva dos estudantes na construção de conhecimento, valorizando as diferentes formas que estes escolhem para participar do processo, desenvolvendo a autonomia por meio de ações em que são considerados centro e protagonistas. Nas metodologias ativas, o aluno é personagem principal e o maior responsável pelo seu aprendizado. O objetivo desse modelo de ensino é incentivar o professor a desenvolver a capacidade dos alunos de compreensão dos conteúdos de maneira autônoma e participativa.

metodologias-ativas-educação-física (2)

Apesar de ser um modelo de ensino em que o aluno está no centro do processo de aprendizagem, isso não significa que a orientação de um professor não é necessária. Pelo contrário. Segundo o professor Ricardo Catunda, Doutor em Ciências da Educação, no ramo da Didática do Ensino da Educação Física e do Desporto, o professor age diretamente em interações, propondo problemas, tomada de decisões práticas e orientando quando necessário para a busca de soluções pelos alunos.

“Ele sai da condição de transmissor e fonte primária de conhecimento, e faz com que o aluno também se responsabilize pela aprendizagem. A partir do momento que inverte a situação, o professor supervisiona e desafia o aluno. É aí onde o uso dos recursos tecnológicos facilita essa inversão. Você passa a antecipar o conhecimento básico que aluno deve atingir com determinado conteúdo. Ao chegar à sala de aula com o conhecimento prévio, cabe ao professor motivar a ampliação do aprendido por meio de estratégias eficazes, possibilitando ao aluno ir além do que conseguiria sozinho”.

De acordo com Ricardo, a base das metodologias ativas se dá quando o professor apresenta problemas relacionados e alinhados com a realidade dos alunos ou cria a partir do objetivo de um determinado tema. Em seguida apresenta uma tarefa, e o aluno passa a ser o elemento chave na busca da solução desse problema. O jovem cria suas próprias trilhas de aprendizagem, logicamente sob a orientação e a supervisão de um professor para manter o foco nos objetivos definidos previamente. Assim se dá um processo em que há um maior engajamento e aprendizagem dos alunos porque eles passam a buscar soluções e a aprender algo que é significativo para suas vidas.

“A educação do século XXI exige dos professores que promovam a aprendizagem significativa. Que apresente ao aluno o que ele precisa aprender, e o que seja importante aprender. O que é importante é o que interessa a ele, mas acima de tudo aquilo que ele consegue relacionar com a vida. Se eu consigo aplicar o que aprendo na escola em minha vida, eu consigo valorizar essa experiência e aumento minha participação de uma maneira mais direta. A base para trazer o aluno para o processo ensino e aprendizagem é essa”.

metodologias-ativas

Metodologias Ativas na Educação Física

O desafio inicial é refletir sobre uma Educação Física amparada em uma lógica de repetição comando/tarefa. Professores apresentam ou demonstram e alunos repetem, muitas vezes bem abaixo de um padrão mínimo exigido, mas com baixa intervenção do professor a auxiliar. Segundo Ricardo Catunda, o problema está exatamente quando você repete aquilo que tem um padrão técnico ou um padrão de execução. No caso do movimento corporal isso é complexo, porque cada um, dentro de suas habilidades e realidades, tem experiências gravadas no corpo que para um determinado padrão o torna competente ou não.

“As metodologias ativas na Educação Física escolar é um desafio e um caminho para o êxito nos objetivos propostos. A metodologia ativa facilita na medida em que, o professor ao apresentar um problema, mobiliza os alunos, geralmente em grupos, para que eles discutam e experimentem as possibilidades de resolução de problemas. Existem várias formas de desenvolver a aprendizagem e na proposição do curso, tendo como princípio a resolução de problemas, fomos buscar dentro das metodologias ativas o que chamamos de ensino híbrido, que é uma mistura entre a realidade física das escolas e o que o virtual pode contribuir para que se busque potencializar a aprendizagem e um envolvimento maior dos alunos”.

Quer saber mais sobre as Metodologias Ativas na Educação Física? Inscreva-se no nosso curso online!

Lançamento do Curso Online em Fortaleza

A Universidade Estadual do Ceará (UECE) irá receber de 25 a 28 de setembro o XVII Congresso de Ciências  do  Desporto e  Educação Física  dos Países de Língua Portuguesa. O evento terá os seguintes temas como aglutinador das abordagens, discussões e reflexões: “Cuidar da Casa Comum: da Natureza, da Vida, da Humanidade” e “Oportunidades e responsabilidades do desporto e da educação física.” Durante os quatro dias de congresso acontecerão palestras, mesas redondas, conferências e minicursos.

O Professor Ricardo Catunda estará em Fortaleza para o congresso e irá comandar o minicurso “A Metodologia Ativa na Educação Física Escolar” no dia 26 de setembro. No mesmo dia, logo após a sua palestra, o professor vai participar do lançamento do curso online do Impulsiona: Metodologias Ativas na Educação Física. O curso está com inscrições abertas através do nosso site!

Ricardo-catunda-professor-metodologias-ativas

Ricardo Catunda é parceiro do Impulsiona na produção do curso online de Metodologias Ativas na Educação Física, possui graduação em Educação Física pela Universidade de Fortaleza (1991), especialização em Psicomotricidade FLACSO (1999)  e Mestrado Educação em Saúde – Universidade de Fortaleza (2003). É Doutor em Ciências da Educação, no ramo da Didática do Ensino da Educação Física e do Desporto e desenvolve estudos e intervenção profissional em Educação Física escolar, técnicas de ensino e atividade física na promoção da saúde de escolares. É membro efetivo fundador do Conselho Federal de Educação Física – CONFEF.

 

Deixe seu comentário

1 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Elisabete Laurindo de Souza disse:

    Parabéns professor Ricardo Catunda. Você é referência para nós professores de Educação Física Escolar. Estarei lá!