Cobertura

Professora de Educação Física cria Museu do Futebol na Escola

Com a Copa Catar 2022 em alta, professora aproveita o clima para trabalhar o tema de forma leve e descontraída com seus alunos do Ensino Médio

Se engana quem pensa que os museus se resumem a ‘’depósito de objetos antigos’’. Para diversos especialistas em Educação, os museus  assumem um papel fundamental nos processos pedagógicos, pois possibilitam aos interessados a pesquisar, a partir da história e da conservação de objetos, documentos e obras, assim como a interatividade, nos casos em que isso é possível. 

Foi pensando nisso que a professora de Educação Física, Cristina Sutil, da Escola de Educação Básica Professor Flordoardo Cabral, em Lages (SC), resolveu criar um Museu do Futebol com os seus alunos do 2º ano do Ensino Médio. Segundo a professora, perceber a curiosidade dos alunos sobre as Copas em que o Brasil foi campeão, serviu como pontapé inicial para o desenvolvimento do projeto do futebol.  

‘’Observei nas falas dos alunos que havia muitas curiosidades em relação às edições anteriores da Copa, especificamente das edições em que o Brasil foi campeão. Com isso, foram surgindo novas possibilidades e elas vieram a partir da história do futebol e sua evolução’’, comentou. 

Foto: arquivo pessoal da professora

A professora também destacou a importância de realizar projetos como esse nas escolas. Para ela, é durante o desenvolvimento do Museu, por exemplo, que os alunos atuam como protagonistas do seu processo de aprendizagem.

Além disso, o futebol serve de ganho para reflexões importantes. “É possível abordar assuntos como questões raciais e de gênero, violência nos estádios, a personalidade das torcidas organizadas, aspectos comportamentais dos jogadores considerados ‘craques’, etc. A bola não para nunca’’, brincou a professora.  

De modo geral, o planejamento das aulas seguiu de acordo com o engajamento dos alunos, que realizaram uma série de atividades teórico-práticas. Visita a sites esportivos, busca ativa de jornais, revistas, situações curiosas que aconteceram nas cinco edições em que o Brasil foi campeão em Copas do Mundo, por exemplo. Além disso, assistiram alguns vídeos disponíveis na internet, fizeram visitas no site do Museu do Futebol e leituras do material do Impulsiona. Segundo a professora, todas essas ações realizadas foram fundamentais para o sucesso do projeto.  

Foto: arquivo pessoal da professora

Em qualquer projeto, seja ele escolar ou não, há desafios e nesse não foi diferente. Nesse contexto, para a professora de Educação Física, ‘’um dos maiores desafios foi fazer a integração do passado com presente, pois mesmo que o futebol esteja no imaginário infantil de muitas culturas e se perpetue por gerações, ainda existem as questões raciais e de gênero presente’’. 

No entanto, esses desafios foram driblados com excelência e o resultado do trabalho desenvolvido na escola se refletiu no depoimento dos alunos. ‘’Conheci mais sobre esse esporte que é tão especial para mim. Tive a oportunidade de conhecer mais sobre a nossa seleção brasileira e aprender mais sobre sua história. Com esses estudos, aprendi mais sobre o real peso da nossa camisa e tive mais contato com o esporte. Tenho total convicção e confiança que, através da nossa história e do nosso passado de glórias, poderemos finalmente gritar pelo Hexa, conquista que espero ansiosamente com os meus 18 anos’’, comentou o aluno Luiz Eduardo Ávila.

E aí, professor, quer ganhar um kit com 5 bolas oficias da Copa Catar 2022, 30 coletes e um troféu do Impulsiona?! Inscreva a sua escola no desafio ”A Escola mais bonita da Copa” e concorra. Clique aqui para participar.

9
Deixe um comentário

avatar
7 Todas os comentários
2 Todas as respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Resposta com mais engajamento
  Inscrever-se  
Mais novos Mais antigos Mais votados
Notificação
Marcos Vinicius godoi
Visitante
Marcos Vinicius godoi

Esse trabalho ficou muito MASSA!

Jeferson Madruga
Visitante
Jeferson Madruga

Muito bom o trabalho, estudo na escola e gostei bastante

Luis Eduardo Avila Siqueira
Visitante
Luis Eduardo Avila Siqueira

Estou muito feliz, por ter dito a oportunidade em participar desse museu, ajundo a organizá-lo, junto com a minha professora Cristina. E principalmente sinto grato em estar representando minha escola Flordoardo Cabral e a minha cidade de Lages com esse projeto!!

Mariana Mellegari Melo
Visitante
Mariana Mellegari Melo

Parabéns prof Cris pelo projeto incrível!!!!! Vale muito as dicas que você deu! Obrigada

Vanderléa Pereira Bernardino Meres
Visitante
Vanderléa Pereira Bernardino Meres

Parabéns professora, quando o aluno é o ator de suas ideias, a finalização da ação o torna motivado para seguir em frente, porque ele se percebe capaz.

Cristina Sutil
Visitante
Cristina Sutil

É isso aí Vanderléa, quando nossos alunos se sentem motivados por algum tema que lhes pareça significativo, conseguem encontrar sentido no fazer. Seguimos sendo esse instrumento!

Escola Freinet
Visitante
Escola Freinet

Parabéns professora Cris, a senhora é exemplo a ser seguido por gerações dentro e fora da Educação escolar. Obrigado por tudo que proporciona a nós e aos nossos, Beijos Escola de Ed. Freinet – Lages

Cristina Sutil
Visitante
Cristina Sutil

Gratidão! Juntos sempre somos mais fortes!

Cristina Sutil
Visitante
Cristina Sutil

Quero agradecer ao Impulsiona, na pessoa do Felipe, por este site incrível, que dá visibilidade à Educação Física, componente curricular que pertence à área de conhecimento das Linguagens. Estou muito feliz em ter participado desta matéria! Sinto-me feliz por minha profissão, por minha escola, @incrível_flordoardocabral, Flordoardo Cabral, Flordoardo Cabral, por meus gestores e colegas professores que ficaram felizes com esta notícia. Certamente, que me sinto feliz pelos meus alunos do @segundao_emiti, protagonistas deste trabalho. Vocês foram incríveis! Mais uma vez, agradeço a todos e espero ter contribuído de alguma forma para este universo de possibilidades chamada de Educação Física escolar.… Read more »