Cobertura

Basquete pode ajudar alunos nas aulas de matemática

Estudo realizado na Dinamarca mostra que basquete aliado à matemática melhorou o desempenho escolar dos alunos

Mais um estudo, dessa vez na Dinamarca, comprovou os efeitos positivos do esporte no aprendizado dos alunos. Durante seis semanas, 756 crianças do Ensino Fundamental I participaram de uma pesquisa da Universidade de Copenhaguen. O objetivo era conferir se uma metodologia especial nas aulas de basquete poderia melhorar o desempenho dos alunos nas lições de matemática.

A dinâmica foi a seguinte: uma vez por semana, durante um mês e meio, metade dos alunos praticava basquete de forma diferenciada. Durante as brincadeiras de arremessos e dribles, eles eram desafiados a fazerem contas como soma e multiplicação. Por exemplo: as crianças comparavam quantas vezes acertavam arremessos de 3 metros de distância x 1 metro de distância, e depois somavam os números.

A outra metade da turma praticou o basquete no formato tradicional, sem matemática.

Os resultados da pesquisa mostraram que a motivação dos alunos nas aulas de matemática foi 16% maior entre os alunos que jogaram basquete fazendo contas. Além disso, a concentração desses alunos nas aulas foi 14% superior aos que praticam o basquete tradicional. Por fim, o estudo indica que a união entre basquete e matemática manteve a motivação dos alunos para fazer contas nas aulas durante o período das seis semanas, enquanto o grupo de controle perdeu o interesse mais rapidamente.

Segundo Linn Damsgaard, doutorando da Universidade de Copenhaguen, diversas pesquisas mostram que a motivação dos alunos com as tarefas escolares diminui com o passar do ano letivo. “As aulas de basquete ajudaram os alunos a concretizar conceitos abstratos, o que aumentou o interesse em aprender matemática”, explica ele.

Jacob Wienecke, professor orientador da pesquisa, reconhece a importância da Educação Física na escola. “Esperamos que o estudo inspire diretores a investirem mais na atividade física e no movimento como formas de aprendizado”, conta.

Estudo completo disponível em inglês: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fpsyg.2021.636578/full

 

 

14
Deixe um comentário

avatar
14 Todas os comentários
0 Todas as respostas
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Resposta com mais engajamento
  Inscrever-se  
Mais novos Mais antigos Mais votados
Notificação
Maria Goretti Costa Matos
Visitante
Maria Goretti Costa Matos

Excelente resultado, fiquei muito animada com este trabalho de parceria. Com certeza trabalhando a interdisciplinaridade dá pra obter um resultado melhor na aprendizagem dos alunos.

Joao Balla
Visitante
Joao Balla

Excelente, vou repassar aos meus professores, sou técnico de Basquete, embora estou só na coordenação de Esportes e Ed. Fisica da Escola..

João Nazareno Ferreira
Visitante
João Nazareno Ferreira

De fato.
Já participei de um evento coletivo na escola, em que fiz dupla com a professora de matemática, onde o ponto em comum era a parábola e juntamos Educação física com matemática, trabalhando basquete e parábola, foi sucesso e causou uma discussão positiva entre os alunos muito significativa.

Vanessa
Visitante
Vanessa

Já trabalhei a matemática no vôlei tbm…foi muito legal…

Vanessa
Visitante
Vanessa

Muito obrigada pelos ótimos estudos científicos e conteúdos….me ajudam demais…

josilene de jesus borracha domingos
Membro
josilene de jesus borracha domingos

Realmente uma ótima opção para os alunos

Antônia Fernanda Morais
Visitante
Antônia Fernanda Morais

Exercício de pega pega 2+2=4. Quem é o pegador agora e o 4, ou correr fazendo grupos de 4 mais menos e multiplicação

Antônia Fernanda Morais
Visitante
Antônia Fernanda Morais

Muito bom

Joseval Souza Lima
Visitante
Joseval Souza Lima

As novidades nas aulas de educação física é sempre uma questão motivadora, sempre há uma grade participação ativa por parte dos alunos.
Este conteúdo então, serar ideal para eles, principalmente trabalhando a interdisciplinaridade .

Fernando Medeiros Mendonça
Membro
Fernando Medeiros Mendonça

Só tomar cuidado pra isso não tomar espaço do nosso conteúdo, de Educação Física né, que é bastante vasto e importante. Não somos disciplina acessória, subordinada. Fico pensando se a disciplina de matemática não pode medir as linhas das quadra pra ajudar na identificação do conteúdo de Educação Física? Ou se podem usar o tempo da aula de matemática pra fazer salto em distância medindo o avanço de cada criança em metros/centímetros? Ou se não poderiam faze mais aulas fora de 4 paredes para que as crianças não fiquem chateadas quando temos de trabalhar um conteúdo de Educação Física em… Read more »

sergio
Visitante
sergio

Maravilha!

Vania Saraiva de Souza
Visitante
Vania Saraiva de Souza

Excelente o resultado, Educação Física e a única matéria Interdisciplinar e magnifico constatar a cada momento com as pesquisas que são apresentadas a cada trilhar.# Show de Bola.

Aparecido Terto da silva
Visitante
Aparecido Terto da silva

Analisando a participação dos alunos num jogo podemos sim usar a matemática inspirando e investindo no desenvolvimento da disciplina.

Vall Castorino
Visitante
Vall Castorino

Adoro qdo eles descobrem coisas q já faço há tempos com meus alunos
Educação & Esportes