Cobertura

Como o rugby pode transformar vidas e ajudar a vencer barreiras

Atleta do Núcleo de Alto Rendimento Esportivo, Leila Silva diz que os valores do esporte a ajudaram a vencer barreiras

Leila Cássia dos Santos Silva tem apenas 20 anos de idade, e há 10 é atleta de Rugby. Começou a jogar no Instituto Rugby para Todos, no Paraisópolis (zona sul de São Paulo), porque era uma criança tímida. “Foi por causa do Rugby que comecei a socializar”, disse ela. Hoje, Leila é uma das atletas do Leões de Paraisópolis e treina no Núcleo de Alto Rendimento Esportivo (NAR), do Instituto Península.

“As crianças de hoje são muito ligadas ao celular, à internet, ao mundo virtual, que não permite a socialização. O esporte vem para mudar isso. Eu fiz muitos amigos no Rugby”, relatou Leila. “O Rugby pode ajudar a ter valores como respeito e aprender a trabalhar em equipe. Muitos acham que é um esporte violento, mas isso é mito. É um esporte que ajuda muito no desenvolvimento dos jovens.”

Consciente da importância desse esporte no desenvolvimento das crianças, a atleta acredita que ampliar as modalidades esportivas oferecidas nas escolas é um grande passo para a valorização do esporte e da educação esportiva. “Na aula de Educação Física só são praticados futebol e vôlei. Existem tantas modalidades legais para se aprender”, declarou a atleta.

Além disso, Leila reconhece que esportes como o Rugby abriram espaço para as mulheres, mas faz um apelo: “é preciso muito mais, as mulheres precisam ter seu espaço reconhecido em esportes que fogem do padrão “feminino” e se tornarem referência no país.”

Por tudo isso que o Impulsiona é o programa que veio para ajudar a ampliar o cardápio de esportes nas escolas e fazer com que mais crianças e jovens tenham acesso a esportes como o Rugby. Se você é professor de Educação Física e quer inserir esta modalidade na sua escola, faça o curso online e gratuito do programa sobre este esporte. Clique aqui e inscreva-se!

Deixe seu comentário

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *